Rio de Janeiro

Gari eletrocutado na cidade de Niterói, precisou retirar os antebraços

Gari eletrocutado na cidade de Niterói, precisou retirar os antebraços

O funcionário da Companhia de Limpeza de Niteroi Alcenir da Silva de 29 anos, que teve 80% do corpo queimado quando tentava desobstruir um duto de lixo em Niterói, completou um mês de internado em um hospital particular de São Gonçalo.

Segundo a irmã do gari identificada como Grazielle, ele passou o aniversário no hospital. “O processo dele é muito lento devido a tragédia. Está se recuperando lentamente, mas teve que amputar os dois antebraços. Triste realidade, mas está se recuperando na fé de Deus” Alcenir trabalhava no dia 14 de novembro, na Rua Padre Anchieta quando sofreu uma descarga elétrica ao encostar com um bastão em um fio de alta tensão. O mesmo tentava desobstruir um duto de lixo em dos acessos ao Morro do Estado.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo