Estilo de vida

Influenciadora recebe proposta para trabalhar porquê babá em troca de não remunerar aluguel – Lifestyle




A influenciadora digital Baueny Barroco viralizou nas redes sociais ao compartilhar uma proposta que recebeu. Ela estava procurando um quarto para alugar em um site especializado em pessoas interessadas em dividir moradia e recebeu uma oferta para trabalhar como babá em troca de não pagar aluguel. Caso aceitasse, ela ainda teria que contribuir com R$ 500 todos os meses para compras de mercado.


“Olá, querida Emili. Gostei do seu rostinho, parece que é bem amiga e simpática para ser a babá escolhida. Deixa eu te explicar, ofereço a minha casa para você morar gratuitamente se você aceitar futuramente ser a babá de duas meninas, mas morando comigo e as crianças. Só precisará dividir as compras mensais de supermercado, que não passa de R$ 500 a sua parte. As contas da casa, como IPTU, condomínio, luz, água e gás, você ficará isenta de pagar. Seus gastos mensais serão só os R$ 500 mensais e cuidar das duas meninas todos os dias”, disse Mary, a mulher que fez a proposta.


“A casa fica em uma vila muito bonita no Rio de Janeiro. Tem terraço grande, cadeiras de balanço, rede, churrasqueira, dois quartos (um com cama de casal e outro com cama de solteiro), guarda-roupa, cozinha, dois banheiros e quatro gatinhos de estimação. Podemos conversar para nos entendermos melhor. Topa?”, continuou a dona da casa.





Mary falou para Baueny Barroco passar o número de telefone dela caso estivesse interessada na proposta. Ela ainda disse que a jovem poderia indicar outra pessoa interessada em viver nessa condição se não aceitasse a oferta.


“O chicote e o ronco já estão inclusos ou preciso levar os meus?”, respondeu a influenciadora digital, fazendo uma referência ao trabalho análogo à escravidão, pois estaria trabalhando como babá de graça apenas em troca de moradia.


A publicação de Baueny logo viralizou e diversos internautas se revoltaram com a conversa. Muitos internautas concordaram que a proposta era para um trabalho análogo a escravidão, pois a pessoa que aceitar a oferta não vai receber salário para cuidar de duas crianças e ainda terá que desembolsar R$ 500 todos os meses para as despesas de mercado.


Veja abaixo a publicação:





.



Fonte: R7.com

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo