Rio de Janeiro

Mobi-Rio abre sindicâncias para investigar incêndios em ônibus do BRT – Notícias

banner


A Mobi-Rio, empresa da Prefeitura do Rio que administra o sistema BRT, abriu três sindicâncias para investigar dois incêndios em articulados nesta segunda-feira (11). Eles aconteceram no Terminal Alvorada, na zona oeste, e em Madureira, na zona norte da cidade. 


Em nenhum dos casos houve feridos. Mesmo assim, os incêndios foram registrados, respectivamente, na 16ª DP (Barra da Tijuca) e 29ª DP (Madureira). A Polícia Civil vai apurar se as chamas foram provocadas por ação criminosa. 


O incidente em Madureira aconteceu na avenida Ministro Edgard Romero, próximo ao Mercadão. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o quartel de Irajá foi acionado às 17h. 


No início da tarde de ontem, na estação Galeão 2, um articulado da linha 42 (Madureira x Galeão Parador) apresentou um problema na parte eletrônica da injeção do motor, conforme informado pela Mobi-Rio. A empresa afirmou que pretende criar a Diretoria de Inteligência e Segurança na empresa.


A Mobi-Rio foi criada em dezembro de 2021, nove meses após a prefeitura começar a gestão do sistema. Em fevereiro deste ano, o município decretou caducidade do contrato de concessão do BRT, o que manteve a administração pública.



*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo