Entretenimento

Os Olhos de Tammy Fay

Publicidade

Vencedor de duas estatuetas no Oscar® 2022, nas categorias de Melhor Atriz para Jessica Chastain e Melhor Maquiagem e Penteado, “Os Olhos de Tammy Faye” acaba de chegar no Star+. A nova produção da Searchlight Pictures mostra como, durante as décadas de 1970 e 1980, Tammy Faye e Jim Bakker (Andrew Garfield) saíram de origens humildes para criar a maior rede de TV religiosa do mundo e um parque temático.

Baseada no documentário homônimo, o filme conta a real trajetória de Tammy Faye. Confira abaixo mais detalhes dessa história.

Quem foi Tammy Faye?

Publicidade

Conhecida por seus chamativos penteados e sua maquiagem exagerada, Tamara “Tammy” Faye foi uma cantora, escritora, empresária, tele-evangelista e celebridade da televisão norte-americana. Com 4 livros publicados e 24 álbuns, ela pregava o amor e aceitação.

Amada pela comunidade LGBT, Tammy defendia aqueles que a comunidade cristã não aceitava e, no auge da epidemia do HIV, convidou um pastor gay que tinha AIDS para estar em seu programa “Tammy’s House Party”.

Foi casada com o também tele-evangelista Jim Bakker, com quem liderou a série de televisão religiosa “The PTL Club” e teve dois filhos, Tammy Sue e Jay Bakker. Depois de vários escândalos de dinheiro e sexo envolvendo o marido, pediu divórcio em 1992 e se casou em 1993 com o empresário Roe Messner.

Tammy morreu no ano de 2007 devido a um câncer de cólon. Dias antes de sua morte, ela afirmou que gostaria que seu funeral fosse um momento de alegria, onde todos pudessem rir e lembrar o quanto era maluca.

The PTL Club 

O “The PTL Club”, também conhecido como “The Jim and Tammy Show”, foi um programa de televisão cristão apresentado pelo casal, de 1974 a 1989. Com um estilo de vida luxuoso da dupla, suas atividades de arrecadação de fundos geraram, supostamente, US$ 100 milhões anualmente. Esse dinheiro vinha de seu público, que – durante a programação religiosa – doavam grandes quantias ao programa de Jim e Tammy.

Publicidade

Polêmicas

O império do casal começou a ruir após Tammy ser internada em uma clínica de reabilitação por problemas com medicamentos prescritos. Como se isso não bastasse, o que realmente abalou a reputação de Tammy e Jim foram os escândalos sexuais e de fraude.

Jim Bakker foi acusado de assédio sexual contra uma secretária da igreja de Long Island, na cidade de Nova York. Segundo o evangelista, o encontro sexual havia sido consensual, porém o escândalo não estava sendo muito bem aceito pelo público e Bakker decidiu se afastar por um tempo de suas atividades públicas. Mais tarde foi vítima de alguns boatos que diziam que ele teria tido relacionamentos com alguns homens, o que não era bem visto na comunidade cristã.

No fim dos anos 1980, Jim foi indiciado com 23 acusações de fraude e condenado a 45 anos de prisão por se apropriar de US$ 3,7 milhões dos fundos da “PTL” e também fraudar seus fiéis em um valor estimado de US$ 158 milhões.



Fonte: Internet

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

banner
Botão Voltar ao topo