Tec & Ciência

Paracetamol em excesso pode originar hepatite; entenda riscos

*Este texto foi escrito com base em artigos científicos, informações de agências e autoridades sanitárias, hospitais e especialistas em saúde. Para uma melhor orientação sobre o consumo de qualquer medicamento, procure um médico ou farmacêutico.

O paracetamol é uma medicação com ação analgésica e antitérmica, amplamente utilizada para alívio de dores e febre. Mas apesar de ser uma medicação segura, seu uso indiscriminado pode causar hepatite medicamentosa e morte.

A dose máxima recomendada, dentro de um período de 24 horas, é de no máximo 3 gramas a 4 gramas. Dentro dessa dosagem a medicação é segura e não deve provocar eventos adversos.

Uso de remédios deve ser feito com acompanhamento de um especialista para evitar riscosFonte:  Shutterstock 

No entanto, é preciso lembrar que o paracetamol também está presente em outras medicações. Por isso é importante verificar as bulas para ter certeza dos componentes do remédio e suas dosagens. É indicado que não se faça o uso de dois medicamentos que contenham paracetamol ao mesmo tempo, por poder haver superdosagem acidental. Não é indicado usar o remédio e consumir álcool no mesmo período.

Mas como funciona e quais são as dosagens seguras de paracetamol?

O paracetamol é metabolizado pelo fígado, e gera substâncias que, em sua maioria, não são tóxicas, e não causam nenhum mal ao órgão. Mas caso o uso do medicamento seja acima do indicado, as substâncias tóxicas geradas, não conseguem ser eliminadas pelo organismo, e acabam causando lesões às células hepáticas. Se não tratado de imediato, as lesões podem gerar hepatite, e consequentemente, falência do órgão e morte.

As doses indicadas para cada faixa etária são de até 4 gramas, para adultos e crianças acima de 12 anos. Para crianças entre 2 anos e 11 anos, a dose dentro de 24 horas não deve ultrapassar de 50 microgramas a 75 microgramas; e para crianças abaixo de 11 quilos, com menos de 2 anos, ou com menos de 20 quilos, um médico deve ser consultado para verificar uma dosagem segura.

O paracetamol é uma medicação segura, desde que sua dose diária seja respeitada.O paracetamol é uma medicação segura, desde que sua dose diária seja respeitada.Fonte:  Shutterstock 

Caso haja superdosagem, sinais e sintomas como náusea, vômito, dor abdominal, falta de apetite podem estar presentes, assim como os olhos podem ficar amarelados, caso a hepatite já tenha se iniciado.

Em caso de superdosagem acidental, intencional ou mesmo suspeita de que o limite diário da medicação tenha sido ultrapassado, é indicado a procura imediata de ajuda médica. Se possível, é importante levar consigo a embalagem ou a bula do remédio utilizado.

Acidentes com Paracetamol

O paracetamol é um dos analgésicos não opiáceos mais utilizados ao redor do mundo. No entanto, em alguns países, acidentes com superdosagem desse medicamento tornaram-se comuns.

No Brasil, um levantamento realizado por alunos de pós-graduação em Ciências Farmacêuticas da Universidade de Sorocaba, apontou que em 2017, foram notificados 763 casos de intoxicação por paracetamol, de acordo com dados do Sistema de Informações de Agravos de Notificação (SINAN).

Atualmente, o paracetamol tem sido amplamente utilizado para combate de sintomas pós vacinais, como dor e febre, e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), faz o alerta para se tomar cuidado ao utilizar o medicamento.

Mesmo já tendo sido comprovado que o paracetamol é uma droga segura, como toda medicação, apresenta riscos quando seu uso é realizado de maneira imprudente.

É sempre muito importante consultar seu médico, e a bula das medicações, para ter consciência dos remédios que não podem ser utilizados em conjunto, assim como não associar a utilização com outras drogas. Dessa maneira podemos minimizar os riscos de acidentes, evitando agravos de saúde e sequelas para o resto da vida.

Artigo RBFHSS: rbfhss.org.br/sbrafh/article/download/660/594

Fonte: R7.com

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo