Rio de Janeiro

Parentes de segurança morto durante assalto em shopping do Rio prestam testemunho – Notícias

banner








Familiares do segurança Jorge Luis Antunes, de 49 anos, morto no último sábado (25) durante assalto a uma joalheria no shopping Village Mall, na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio), estão na Delegacia de Homicídios do Rio, também na Barra da Tijuca, desde a manhã desta terça-feira (28) prestando depoimento. Eles não testemunharam o crime, mas foram informados sobre o ocorrido logo em seguida e podem ter informações relevantes.


A Polícia Civil ainda não identificou nenhum dos pelo menos dez assaltantes que roubaram joias e relógios, causaram pânico no shopping e mataram o segurança com um tiro no rosto, mas tenta elucidar o crime por meio de depoimentos, imagens das câmeras de segurança e de amostras de sangue colhidas na joalheria – um dos criminosos se feriu ao quebrar o vidro da vitrine e gotas de sangue ficaram no local.


A Delegacia de Homicídios também investiga se os assaltantes são todos do Rio. Em 2019, uma unidade da mesma joalheria, em Ipanema (zona sul), foi assaltada, um acusado foi preso e confessou ter recrutado criminosos do Pará para a ação. Os três assaltantes que estiveram em uma cafeteria na frente da joalheria, antes de praticar o assalto, têm sotaque carioca, segundo funcionários que tiveram contato com eles.


Peritos recolheram mais de 40 resquícios de munição na joalheria e nos arredores, e até um martelo usado pelo bando para quebrar a vitrine. Segundo a polícia, os criminosos fugiram em pelo menos oito motos.


Em nota, a administração do Village Mall lamentou a morte da vítima. Também disse ter entrado em contato com parentes para prestar apoio e estar colaborando com as autoridades.








Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo