Automobilismo

Russel confiante numa reviravolta da Mercedes

George Russell – Mercedes

George Russell mostrou confiança de que a Mercedes ainda pode virar o jogo contra a Red Bull e a Ferrari este ano, apesar do difícil início de temporada dos Prateados.

A Mercedes pode estar em P2 na classificação de construtores após as duas primeiras corridas, mas a equipe está ciente de que desfruta dessa posição exclusivamente devido aos problemas de confiabilidade da Red Bull na corrida de abertura da temporada no Bahrain.

Embora a confiabilidade seja uma parte fundamental da F1, a Mercedes reconheceu que tem somente o terceiro pacote mais rápido no momento.

Apesar de estar nove décimos atrás do pole Sergio Perez na classificação para o GP da Arábia Saudita, Russell continua confiante de que sua equipe pode superar suas dificuldades atuais.

“Precisamos estar quase no modo de limitação de danos no momento, pegar as migalhas quando houver uma oportunidade, não jogar fora pontos desnecessários, mesmo que seja apenas para um P5, P6 ou, esperançosamente, um pouco mais alto, e nos certificar de estar sempre a uma curta distância”, explicou Russell.

“Então, espero que, quando o carro melhorar, possamos voltar a lutar.”

“É uma temporada muito longa, acho que todos temos confiança de que, se fizermos as coisas direito, não há razão para não diminuir a diferença e potencialmente ultrapassar as duas primeiras equipes.”

“Mas também apreciamos e reconhecemos que a Ferrari e a Red Bull também melhorarão continuamente.”

“Então, podemos diminuir a diferença em seis décimos, mas não há razão para que eles não possam estender por mais seis décimos também.”

F1 um esporte que muda rápido

A F1 está apenas a duas corridas de sua nova era, com equipes correndo com um novo conjunto de regras técnicas.

Como costuma ser o caso nas mudanças bruscas de regulamento, a taxa inicial de desenvolvimento costuma ser uma curva acentuada, com a progressão achatando à medida que as equipes vão entendendo as várias peculiaridades.”

“Acho que na Fórmula 1 as coisas mudam incrivelmente rápido”, acrescentou Russell.

“Temos muita sorte que o calendário não é, como eu disse antes, não é muito denso no início desta temporada. Mesmo que seja alguns meses, estamos apenas seis ou sete corridas atrás de uma temporada de 23 corridas.”

“Mesmo se você voltar incrivelmente rápido após as férias de verão, assim como Mercedes e Lewis fizeram no ano passado, você ainda tem uma chance”.

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.



Fonte: R7.com

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo