Jogos

State of Decay 3: relatos indicam problemas no desenvolvimento do game

banner

Uma longa reportagem publicada pelo Kotaku revelou que o desenvolvimento de State of Decay 3 tem enfrentado muitas dificuldades. Relatos internos indicam que o estúdio responsável, Undead Labs, tem problemas de gestão e machismo.

O desenvolvimento do jogo começou no fim de 2018. Em junho daquele ano, a Microsoft havia anunciado a compra do estúdio. O anúncio oficial do título foi feito em 2020, mas os desenvolvedores acreditaram que foi muito cedo e que, naquele ponto, a Undead Labs “nem sabia o que o jogo viria a ser”.

Fonte:  YouTube 

A reportagem também fala de casos de machismo e de falhas do departamento de recursos humanos do estúdio. Os relatos indicam casos de desenvolvedoras sendo ignoradas ou levando toda a culpa durante reuniões, além de ouvirem declarações machistas. Apesar de regras de etiqueta terem sido estabelecidas, os problemas não foram resolvidos.

“Tínhamos medo de que eles [Microsoft] viriam e mudariam a nossa cultura”, diz um dos relatos. “mas o nosso colapso teve causas internas e poderíamos ter recebido ajuda [da Microsoft].”

Fonte:  YouTube 

Uma mudança muito impopular dentro do time de desenvolvimento foi a troca do chefe do estúdio. Jeff Strain, um dos fundadores, liderava a Undead Labs em 2018 e insistia que eles continuariam independentes. O anúncio da compra foi uma surpresa para a maior parte do time de desenvolvimento, mas Strain ainda era popular, conhecido pelos seus discursos inspiradores.

Oficialmente, ele não deixou o estúdio até o fim de 2019, porém já estava se ausentando da rotina de trabalho antes disso. Em 2020, Strain foi substituído por Philip Holt, o qual anteriormente havia trabalhado na ArenaNet, como chefe de estúdio. Essa mudança causou problemas, assim como a suposta ineficiência da nova chefe do departamento de recursos humanos, Anne Schlosser.

Fonte:  YouTube 

Em meados de 2021, após muitas reclamações públicas, a Microsoft decidiu agir. Schlosser deixou o emprego em setembro, mas isso não evitou que muitos outros deixassem a Undead Labs.

Os planos de Holt para as demos internas de State of Decay 3 causaram problemas e a falta de direção fez com que empregados demandassem uma mudança nos planos. Atualmente, parte dos desenvolvedores considera que os problemas já são página virada, mas outra parte continua cética em relação ao futuro do projeto.

Em resposta à reportagem, Holt disse:

[…] A cultura do nosso passado não é um exemplo do que somos hoje, ou do que queremos ser. […] Já estamos vendo que a transformação da nossa cultura está criando um ambiente de trabalho melhor para o time, o que resulta em jogos melhores para a nossa comunidade […].

Fonte: Internet

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

banner
Botão Voltar ao topo